Segunda-feira, 10 de Agosto de 2009

Estado da Mamôa da Ereira, envergonha Viana do Castelo

 

 

 

Estado da Mamôa da Ereira, envergonha Viana do Castelo

 

A Associação de Protecção e Conservação do Ambiente – APCA, perante a situação de absoluto esquecimento a que foi votada a Mamôa da Ereira, localizada no lugar do Medorro da freguesia de Afife, concelho de Viana do Castelo, vem por este meio denunciar publicamente o estado calamitoso em que se encontra este importante monumento megalítico do Noroeste Peninsular e apelar no sentido de que seja efectuada uma rápida intervenção, por quem de direito e com responsabilidades em razão do lugar e da matéria.

Numa visita ao local, conforme nos é aconselhado nos roteiros turísticos de promoção do concelho e da região, deparamos com um monumento, completamente votado ao abandono, sendo a vegetação infestante, que o cobre, a sua "única protecção". Trata-se de um cartão de visita da região verdadeiramente lastimável e incompreensível, que no mínimo deveria de envergonhar quem tem a incumbência de tratar do Património Cultural, sendo deveras caricato, em pleno século XXI, que uns escassos 12 Km que separam este monumento megalítico das lautas mordomias dos responsáveis por esta situação, profundamente, lesiva do interesse público, sejam a justificação para os inúmeros pés de infestantes, silvas, mato e lixo que cobrem o monumento. Esta atitude de desleixo e que corre mundo através dos turistas que visitam o espaço em causa, remetidos pelos roteiros turísticos, esconde um dos mais importantes monumentos megalíticos funerários de Portugal - A Mamoa da Eireira de Afife - cuja localização a escassos 20 metros da E.N.13, deveria constituir um pólo de atracção turística da região e do tão apregoado desenvolvimento sustentável, mas que infelizmente, no momento presente, é a imagem fidedigna da atenção dispensada e da forma como se trata o Património Cultural numa tão propalada dita urbe saudável. Enfim, como diz o povo, temos o que escolhemos, mas que não deixa de ser demonstrativo de que algo está mal e necessita de uma correcção urgente.

Relembra-se que este monumento foi objecto de estudo aprofundado entre 1986-1989, por uma equipa liderada pelo Prof. Eduardo Lopes da Silva, que definiu este monumento nos seguintes termos: “A mamôa da Ereira (Afife) apresenta uma arquitectura dolménica que viria a configurar-se como uma estrutura com corredor duplamente indiferenciado, assemelhando-se às áleas cobertas francesas. Na verdade, este monumento apresenta todos os esteios com a mesma altura, com acentuada inclinação para o interior. Trata-se de uma estrutura sem paralelos conhecidos, até hoje, no nosso País”. Salienta-se, ainda, que na mamôa da Ereira surgiram lado a lado gravuras e pinturas, salientando-se um esteio gravado e pintado, além de um fragmento de laje só com pinturas, em bom estado de conservação. Sem embargo do grande interesse dos motivos referidos, destaque particular vai para os 6 esteios decorados do dólmen de Afife, um dos quais corresponde a um grande e raro motivo antropomórfico, estilizado. A importância deste monumento é, ainda, reforçada com um conjunto apreciável de pontas de seta encontradas “in situ” no decurso das escavações, assim como outro material lítico e cerâmico com grande relevância arqueológica.

Há quem defenda, embora esta associação não acredite em tal tese, que esta situação e outras é um castigo que está a ser aplicado aos afifenses por motivos diversos e que visa destruir a cultura ancestral deste povo, através da eliminação, por permissão consciente ou por omissão ou negligência da sua matriz cultural, como rampa de lançamento, num futuro próximo, da urbanização do espaço onde se localiza a mamôa da Ereira. Seja como for e considerando a importância europeia, deste monumento funerário, da cultura megalítica, não será já demasiado tempo, os cerca de 20 anos decorridos, desde a sua escavação, até ao momento presente, em que ano após ano é prometida a recuperação e musealização do mesmo?

 

Afife,10 de Agosto de 2009                                                          


A Direcção da APCA

 

publicado por afifeambiente às 23:47
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. A Floresta deve ser motiv...

. ARROJAMENTO DE DOIS CETÁC...

. ARROJAMENTO DE BALEIA EM ...

. DIA MUNDIAL DO AMBIENTE

. Associação de Protecção e...

. NOVO ARROJAMENTO DE GOLFI...

. GOLFINHO E TARTARUGA ARRO...

. ...

. O ambiente no Minho

. Agricultura, Floresta, Á...

. Quem salva o rio do Pego ...

. Quem salva o ambiente no ...

. As Eternas Esquecidas Zo...

. Poluição da água e degra...

. Polícia Marítima de Viana...

. GOLFINHO ARROJADO EM AFIF...

. Protagonismo político à c...

. Radiação Ultra Violeta El...

. Moinhos seculares de Afif...

. Qual será o futuro ambien...

. GOLFINHO E TARTARUGA ARRO...

. As comemorações devem ser...

. Quem salva os ouriços do ...

. Quem salva os seculares m...

. Polis do Litoral, mas sem...

. Cividade de Afife – Âncor...

. Estado da Mamôa da Ereira...

. DIA MUNDIAL DO AMBIENTE

. EM ABRIL QUATRO GOLFINHOS...

. O Dia da Terra e o 25 de ...

. Cegonhas brancas em Santa...

. Dia da Floresta, um mero ...

. Garças boieiras na Veiga ...

. Dia Mundial do A...

. Sr. Presidente da Repúbli...

. Prossegue a Morte de Golf...

. AGUAS RESIDUAIS DA ESTAÇÃ...

. Dia Mundial da Água e a “...

. DIA MUNDIAL DA FLORESTA

. A Criação de uma Reserva ...

. Golfinhos continuam a mor...

. Violação da Reserva Ecoló...

. MARÉ NEGRA NAS PRAIAS DE ...

.arquivos

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Junho 2013

. Março 2013

. Novembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Março 2012

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Novembro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Junho 2008

. Maio 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.favorito

. ARROJAMENTO DE BALEIA EM ...

. DIA MUNDIAL DO AMBIENTE

. Associação de Protecção e...

. NOVO ARROJAMENTO DE GOLFI...

. GOLFINHO E TARTARUGA ARRO...

. ...

. O ambiente no Minho

. Agricultura, Floresta, Á...

. Quem salva o rio do Pego ...

. Quem salva o ambiente no ...

blogs SAPO

.subscrever feeds